Produção de Águas - Recuperando Nascentes e Margens de Rios

A água é um direito difuso, pois é bem comum de manutenção da vida. Trabalho inédito em Barra Mansa - RJ, com total apoio da Prefeitura na administração Jonas Marins e do CONDEMA - Conselho Municipal de Meio Ambiente.

O serviço de tratos culturais em abril deste ano de 2014 marca a primeira intervenção na área ribeirinha do Rio Paraíba do Sul na localidade Bairro Vila Delgado, trabalho de roçada, coroamento, feitura de coveamento e plantio de 500 mudas distribuídas quantitativamente por 27 espécies de nativas de mata ciliar.

Vale ressaltar que estiveram presentes os membros da comunidade que participaram ativamento do processo de plantio e se propuseram a cuidar das plantas. Bem como a representação da SMMADS e Outras representações de diversas secretarias e o vereador Leiteiro e muitas crianças da Comunidade.

As atividades do projeto denominado Produção de Águas, continuam nos próximos dias, segundo o cronograma de atividades uma próxima intervenção ocorrerá as margens do Rio Barra Mansa na localidade do bairro Santa Clara em vista de buscar a eficiência na recuperação florestal.

Abraços Ambientais.

Eduardo Wernech

Presidente - OSCIP

XIII Encontro Verde das Américas, o "GREENMEETING Brasilia’2014"

A Ong PALIBER, em parceria com a REBIA, a OSCIP Piratingaúna, entre outras organizações, CONVIDA A TODOS PARA A PARTICIPAÇÃO do XIII Encontro Verde das Américas, o "GREENMEETING Brasilia’2014", nos dias 27 e 28 de maio de 2014, em Brasilia DF. Trata-se do mais importante e concorrido Fórum internacional do Brasil sobre meio ambiente, reunindo lideranças nacionais e internacionais sobre meio ambiente e desenvolvimento sustentável, tanto governamental quanto não governamental.

As ações práticas resultam, normalmente, primeiro, de idéias, valores e informações e, se estas forem equivocadas, a tendência é que as ações também sejam. Por isso a REBIA vem apoiando estes encontros pois é uma oportunidade de discutir sobre problemas e soluções, especialmente agora em que, diante do agravamento das mudanças climáticas, a humanidade é desafiada a ter de se adaptar numa velocidade muito maior do que a que já vem fazendo.

Para participar, basta acessar o site http://www.greenmeeting.org/novoportal/ e preencher os campos do formulário que receberá por e-mail a confirmação do seu credenciamento, gratuitamente, mas as vagas são limitadas a 1.000 INSCRIÇÕES, capacidade máxima do auditório do Museu da República, em Brasília, onde ocorrerá o evento, e as inscrições tem costumado ultrapassar este número.

Os participantes receberão certificado de participação com carga horária, mediante frequência, importante para currículos e formação profissional e cidadania.

Um abraço fraterno e ecológico do

VILMAR S. D. BERNA

Nova parceria - INFO Ambiental

Alternativas para o lixo eletrônico

Responda rápido: quantos computadores e impressoras você teve até hoje? E aparelhos telefônico celular? E você sabe onde eles foram parar?

No mundo, são descartado cerca 50 milhões de toneladas de lixo tecnológico e uma pequena parte desse volume é reciclado. Esse material aumenta três vezes mais rápido que o lixo comum e a previsão é triplicar nos próximos anos.

Foi lançado uma alerta mundial para a reciclagem do chamado "e-lixo", dezenas de países, aprovaram normas que obrigam o seu reaproveitamento, responsabilizando os fabricantes pelo destino final dos equipamentos.

Entenda porque o nosso trabalho é importante; ajudando o meio ambiente, dando destinação correta aos equipamentos eletrônicos (como computadores e seus periféricos, celulares, centrais telefônicas e todo lixo tecnológico). Você também pode ajudar.

Habilitação das entidades privadas sem fins lucrativos

A HABILITAÇÃO DE ENTIDADES PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS, COMO ENTIDADES ORGANIZADORAS, NO ÂMBITO DOS PROGRAMAS DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL FOI DIVULGADA PELA PORTARIA Nº 107 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2013 COM NOVA REDAÇÃO DO ANEXO III - CRONOGRAMA DE HABILITAÇÃO DE ENTIDADES PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS - DADA PELA PORTARIA Nº 169 DE 15 DE ABRIL DE 2013.

Do universo de 1.677 (hum mil seiscentos e sessenta e sete) entidades cadastradas, 516 (quinhentos e onze) foram habilitadas segundo os níveis A, B, C e D, estabelecidos na Portaria nº 107/2013 e que representam a quantidade de pontos auferida pelas entidades após a verificação dos documentos relativos à regularidade institucional e qualificação de cada uma, com isto somado as entidades habilitadas em 2012 perfaz um total de 1.039 (Hum mil e trinta e nove) habilitações. Os níveis de enquadramento dizem respeito à quantidade de unidades habitacionais que poderão ser apresentadas simultaneamente em projetos de habitação de interesse social junto aos programas geridos pelo Ministério das Cidades. A variação da quantidade é de 50 (cinquenta) para o nível A,200 (duzentos) para o nível B, 500 (quinhentas) para o nível C e 1000 (um mil) unidades habitacionais para o nível D.

O processo de habilitação foi aberto à todo o país, mas não houve cadastro de entidades privadas sem fins lucrativos no Estado do Acre. De hoje até o dia 07 de maio de 2013, as entidades privadas sem fins lucrativos que participaram do processo de habilitação e não foram habilitadas ou não concordam com o nível a elas atribuído, poderão entrar com recurso junto o Ministério das Cidades visando a revisão do resultado divulgado, no qual o dirigente máximo da entidade solicitará por ofício dirigido à Secretaria Nacional de Habitação a apreciação do recurso, detalhando os motivos da solicitação e, se for o caso, fazendo juntar documentação que possibilite melhor análise do pleito, que deverá ser encaminhado exclusivamente por meio eletrônico, ao endereço: snh-dhab@cidades.gov.br, com confirmação eletrônica. Os procedimentos para a interposição de recursos estão definidos na Portaria nº 107 de 26 de fevereiro de 2013, item 4.10.1 e deverão obedecer o prazo estabelecido.

Fonte: www.cidades.gov.br

MARINA DIZ QUE NOVO PARTIDO NÃO SERÁ DE SITUAÇÃO NEM OPOSIÇÃO

"Nem oposição nem situação, precisamos de posição". Essas foram as palavras da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva no início do evento de lançamento do novo partido político, chamado Rede, que acontece neste sábado (16) em Brasília. Na sua avaliação, o partido nasce em um momento significativo da história da humanidade. "Estamos vivendo uma crise civilizatória e não temos o repertório necessário para enfrentá-la", afirmou.

Segundo Marina Silva, esse crise é composta por várias outras crises: econômica, social, ambiental, política e de valores. "A crise política e de valores faz com que a gente separe a crise política da crise econômica", disse. Ela comparou a criação do partido com o surgimento do PT na década de 80 e enfatizou a participação de Heloísa Helena no evento. O deputado federal Domingos Dutra (PT-MA), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minoria da Câmara, também participou do evento. "Política é sacerdócio, e não um negócio", disse Dutra.

Marina considera que o objetivo principal do partido não é disputar eleições, mas questionar a incapacidade da política atual de interferir e transformar a realidade. "O que está acontecendo aqui é um paradoxo, estamos criando um partido para questionar a si próprio. Não é um partido criado para disputar eleição, mas para disputar uma visão de mundo, de um novo sujeito político que não é espectador, é o protagonista. É para democratizarmos a democracia, reconectarmos o sujeito com a potência do fazer político", defendeu. A ambientalista considera que o novo partido se soma a iniciativas semelhantes ocorridas em diferentes lugares do mundo, como a criação do Partido do Futuro na Espanha. "O esforço que estamos fazendo aqui é de um deslocamento desse centro estagnado de poder pelo poder, de dinheiro pelo dinheiro de uma nova superfície de sustentação desses projetos. Uma nova superfície de inscrição para novos sonhos, novos desejos".

Marina classificou esse esforço com um "ativismo autoral" que se organiza com a utilização das novas tecnologias de informação e que não depende das estruturas tradicionais de partidos, sindicatos e ONGs."Você não tem uma estrutura à frente ou atrás das pessoas, mas ao lado".

Vamos juntos, espalhando a REDE por aí.

ATT.

Eduardo Wernech

Carta de Compromisso a Presidente da República

Carta de Compromisso a Presidente da República e os demais - 21/09/2012

Oi meu povo Brasileiro! Tenho uma grande importância, para todos os políticos presidente da república, deputados, senadores, e outros deste país, que sim chama de BRASIL candidatos índios e não índios, aquele que nos abraça esta historia de cada povo, e os órgãos públicos governamentais e não governamental, juntos com as minhas palavras, quero respeito com o meu povo indigena, FUNAI, FUNASA, INSS, DEREITOS HUMANOS, MEC, UNO, CECRETARIAS DOS ESTODOS, UNIVECIDADES, PREFEITURAS, PASTORAL DAS CRIANÇAS, E as EBACHADAS DE CADA PAÍS,as IGREIJAS, Que esta em meu país, quero dizer com todas as minhas letras foi a forma de fala ao mundo...que na minha aldeia temos um grade números de índios com serias deficiências, em outras comunidades indígenas temos estas pessoas especiais,não temos Nei uma assistência destes governantes, deste pais que não nos conhece, Nas aldeia indígenas somos portadores de diversas deficiências, não temos um atendimentos de qualidade para este meu povo acessibilidade não temos nas comunidades de cada aldeias queremos estuda, com um grande prepara mentos das pessoas para nos atender com respeito, Senhores e Senhoras governante deste Brasil.

Ass,

Alapity Paulo Titiáh do povo Pataxó Hãhãhãe Baenâ

Aldeia Pataxó Hãhãhãe

Pau Brasil - Bahia

CEP 45 890-000

alapity@gmail.com

Célula 02173 8177 5625

Sim espero a resposta que faze esta leitura desta carta mim ajuda a levar ao mundo para que resolva a sim que a resposta eu retonarei para o mundo que eu e os índios especiais fomos atendidos.

Postado na integra conforme escrito pelo guerreiro indígena Paulo Rosa Titiar

  • Rua Maria Luiza Gonzaga, nº 217, Ano Bom - Barra Mansa / RJ - CEP: 27.323-300
  • +55 24 97403-2849 e +55 24 3323-0224